sábado, 25 de julho de 2009

as cores do semaforo

Hoje meu dia foi meio estranho,recebi uma ligaçao por volta do meio dia sobre assuntos de escola cursos essas coisas,fui la pra ver o que era afinal.Saindo de la...Olhando todas as coisas ao meu redor me veio a velha nostalgia de sempre acho até que esta virando um habito meu.De repente tudo parece ter um sentido obscuro, que nao entendo,sentindo sem entender.Nao entendo.Os carros tinham o cheiro diferente do normal nada parecido com o tradicional,estava simplesmente ali, tudo ali, as cores do semaro essas ja estavam desbotadas,nem as vi,quase nao sobrevivo pra escrever.Tao distraida.As pessoas que passavam por mim na rua essas estavam mais estranhas que o normal,bem, mais do que sempre acho :] e ate tinha um cinza bonito no ceu.Logo começo a pensar no que passou e assim vem um leve sorriso no rosto que me agrada e que me inquieta ao mesmo tempo.A brisa que invadia meu cabelo trazia um cheiro de asfalto,atraso,pressa e nada.Os olhares e gestos,tudo tao familiar e amedrontador.
No onibus de volta pra casa nada muda,a cada face na rua uma nova coisa em mente,um novo pensamento.Porque simplesmente cada pessoa tem uma historia,ideia,ninguem é só apenas um numero ou estatistica, eu sempre pensei assim.A sensaçao de estar num sei la o que com rodas e que se movimenta e vendo tudo a minha volta passar é boa, gostaria de ficar mais tempo la só vendo, e observando,mais tive que sair de la,cheguei em casa.Bom tudo tem um fim né!
Em casa a noticia de que meu "irmao" vem nos visitar - esta entre aspas porque ele é somente filho do meu padrasto nao é irmao de sangue mas falo assim pra resumir a coisa! - ele vem com a esposa e as filhas :] , legal(o povo veio de la de sp.)
O melhor cafe da tarde que poderia ter nessa semana!Claro que com cha porque café nao tomo nem pagando :] .

bye dear diary!
(socorro!acabou o sprite! :[ que saco0)



ate...








PS: eu te amo


Page Graphics

sexta-feira, 24 de julho de 2009

to dodoi :[

Dear diary, to dodoi :]...
Bom a reaçao alergica ta indo embora mas...a gripe do porquinho ta chegando - to dramatizando mesmo - mas to com gripe sim!
Lascou-se vai uma, vem outra doença,tem jeito nao.
Essa historia de saude nao fununcia comigo, de jeito maneira,ta escrito na minha testa "imunologico fraco"ai o resto é historia...


até...






PS:eu te amo



Page Graphics

quarta-feira, 22 de julho de 2009

bomba atomica!

Eu nao gosto muito de dizer o que penso, toda vez que faço isso nao da certo.Eu bem que falei: "se eu falar alguma coisa vai ser como se estourasse uma bomba atomica no planeta terra".Mas as pessoas tem mania de nao escutar o que digo.Ta eu sei do bandeira, e percebem que eu estou escondendo alguma coisa,mas se escondia era porque tinha certeza de que se fosse falada nao acrescentaria em nada, pois bem,na insistencia,no olhar de "me conta vai!", eu falei.Achei que de certo modo seria bom, mas só nao sei que modo foi esse que achei,na verdade aconteceu exatamente como eu pensei que seria, um caos, mas eu contei, tive vontade de chorar e só nao o fiz porque a mesma pessoa que me fez contar deve ter percebido como foi dificil de falar e tentou de todas as formas me fazer sorrir...em vao,só anestesiou na hora,depois...logo passou.
Ta passando. =]
( sem contar que isso me rendeu uma reaçao alergia :] legal )







ate...




PS: eu te amo




Page Graphics

sexta-feira, 17 de julho de 2009

baunilha e chocolate


Faz anos que voce foge de mim.Eu me esforço por nao dramatizar nossas incompreençoes, digo a mim mesma que isso vai passar. A adolescencia é um periodo dificil, e uma mae deve aprender a ser paciente.Mas agora voce esta crescida é quase uma mulher.E continuo a sentir sua hostilidade.Nao entendo o motivo.O que lhe fiz?De que jeito a ofendi?
Penelope sentiu as palavras da mae como uma intrusao em seus proprios sentimentos.Nao tinha nada em comum com ela.Havia se habituado a considera-la uma estranha e desejava manter distancias.
- Voce nao me fez nada - respondeu.
- Voce é muito dura - constatou Irene.
- Sou apenas sincera.Sou como voce quis que eu fosse - esclareceu Penelope, a ponto de sair. Na realidade, sofria muito por se manter distante da mae. Tinha se fechado em si mesma para nao enfrentar um emaranhado de sentimentos tao complexos que lhe davam um profundo desconforto.Havia escrito uma cançao e a cantara naquela manha, na praia, para a amiga Sandra, a companhado-se ao violao e sabendo que sua mae a escutava.
Era uma impiedosa invectiva contra Irene, que se calara e , depois se refugiara no quarto para chorar.(...)
- Por favor, Pepe, vamos conversar - suplicou. - Por que voce implica tanto comigo? - insistiu.
- Eu nao implico com voce - retrucou. - Apenas nao compreendo por que voce pode fazer tudo o que quer, ao passo que eu tenho sempre que pedir permissao para qualquer coisa e , na maioria das vezes, a resposta é "nao".
(...)
- Pois muito bem. Entao nao vai achando que vou me pendurar no seu pescoço, dizendo:vamos ficar amigas.
- Bastaria que voce parasse de me odiar.
- Mas quanta importancia voce se atribui!Eu nem a enxergo.Imagine só se posso odia-la! - retrucou Penelope, a esta autura com os olhos marejados.
- Que coisas horriveis de se ouvir - disse Irene olhando-a desconcertada.
- Lamento mamae.Mas nao consigo me espressar de outra maneira.Muitas vezes me sinto infeliz e inquieta.Nao sou uma aluna brilhante.(...)Suas amigas e as filhas delas me criaram um monte de complexos.Diante da sua beleza, eu me sinto como uma rã gorda e desgraciosa.Como posso lhe perdoar tudo isso? - desabafou penelope,explodindo finalmente num choro descontrolado.Entao se viu nos braços de Irene, que,apertando-a contra si, disse baixinho:
- O que posso fazer para conforta-la?
- Tente com uma varinha magica.Voce me fez feia.Me faça ficar bonita e desejavel como voce - balbuiou Penelope, entre lagrimas.
Irene sorriu.O desabafo da filha lhe parecia um bom ponto de partida para reconquista-la.
- Eu tenho mesmo uma varinha magica, embora voce nao a veja.Claro, ela nao age de repente. Precisaremos de um pouco de tempo e da sua colaboraçao - declarou, acariciando-lhe os cabelos.
- Como assim? - perguntou Penelope, soltando-se dos braços de Irene...

(trecho de livro)




ate...





PS: eu te amo.




Page Graphics

quarta-feira, 15 de julho de 2009

como assim = / ?

Desde que me conheço por gente(bom nao bem assim DESDE sempre) as pessoas acham que tenho 14 anos, que acontece?Todo mundo me diz isso, parece que ja virou mania delas.A prof no ultimo dia de aula disse que eu tenho 14 anos, hoje uma moça que esteve em casa disse o mesmo,pelo amor do vin diesel , eu nao tenho 14 anos nao ta.Se eu realmente tivesse essa idade tudo bem,e nem ligo se tivesse mas nao tenho e gostaria de ter cara da idade que realmente tenho que é dezoito.Mesmo assim,com ou sem 18 anos,eu ainda tenho 14 no resto da minha pessoa.Acho que por esse motivo, que sou vista dessa forma,tratada dessa forma, e acabo por impulso - ou nao, nao sei- agindo dessa maneira.


até...








PS: eu te amo. ♥




Page Graphics

terça-feira, 14 de julho de 2009

happy b-day? :[

Hoje é meu aniversario.14 de julho.Eu gostaria de estar muito feliz , mas nao to nao.Faço 18 anos depois das 9 horas da noite de hoje pra ser bem exata, e nada me deixa mais frustada do que o que vi hoje.
Acordei,minha mae ja tinha saido pro trabalho meu padrasto tava fazendo sei la o que e eu resolvi enrolar o quanto podia na cama.O quarto tava escuro, a janela tava fechada coisa que acontece raramente porque eu costumo dormir com a janela aberta,eu olhava tudo ao meu redor, todas as coisas que coloquei naquele comodo pra deixar colorido, e nada me parecia com cor.As flores de pelucia no espelho, os bichinhos no banco logo embaixo da janela, todos pareciam diferentes, ate o poster do vin diesel parecia meio caido, e ate as fotos no mural estavam diferentes.Dai eu resolvi levantar logo,fiz o que costumo fazer todos os dias, sem diferenças,voltei pro quarto...Parei...Olhei...humm, vo fazer faxina em mim e começarei pelo quarto, todas as coisas que nao uso foram pro lixo, todas as coisas que guardei de lembrança de certas pessoas tambem,todos os cantos do quarto foram explorados, tudo que me encomodava nele foi mudado na medida do possivel.Tudo limpo.Mas em mim ainda nao tem mudança.Foi somente simbolico,um grito que veio de dentro de mim,um pedido de ajuda.
Nao faço a minima ideia do porque tava pensando assim mas pensei,pensei sem pensar.
Por volta do meio dia, minha mae me ligou pra dizer feliz aniversario,que me ama muito muito, as colegas de trabalho dela tbm me desejaram feliz aniversario,mas nao foi nada de importante pra mim, nada que me fez ficar com aquele aperto no coraçao...
Mas outra coisa sim, outra coisa me fez ficar assim hoje.
Agora aqui na escola (é isso mesmo to post daqui mesmo da escola, tive necessidade de escrever e nao podia esperar pra chegar em casa e ainda tenho que responder as perguntas do prof ) eu to revisando tanta coisa da minha vida, das coisas, das imagens,rostos,palavras ditas,e as nao ditas,os olhos.Sei la.Só sei que to pensando mas nem sei o que exatamente.
Eu ainda to com "borboletas" no estomago.
É tanto medo de sofrimento, que sofro até de pensar.

Ate...











ps: eu te amo... ♥







Page Graphics

domingo, 12 de julho de 2009

quanto mais eu rezo.....

Tenho a sensaçao de quanto mais eu rezo mais a situaçao pode piorar.

Ultimamente me divido em varias situaçoes, e acontecimentos.O grande amor da minha vida,uma paixonite aguda,e outras coisas...To meio perdida,confusa, e pra melhorar vem mais uma pessoa pra me confundir.É que to com certa "nostalgia" do alan,mas como ele ta tao longe de mim e nem sabe que existo acabei -acho que posso chamar assim de - paixonite e acho que to gostando de uma pessoa mas essa bendita pessoa nem ta ai pra minha existencia, e outro diz gostar de mim.E ainda tem meu aniversario de 18 chegando,to perdida

Sem saida,sem soluçoes,sem nada.

Acho grande brincadeira do destino e tento pensar que nao esta acontecendo nada disso comigo, que na verdade é uma brincadeira, e brincadeira de muito mal gosto por sinal.

Queria sinceramente que nao me complicassem mais ainda do que ja sou,queria ser o que querem que eu seja,queria ser o que esperam de mim,queria ser o que espero de mim... Só quero que acabe, e logo.

Parece mania mas nao posso evitar que eu gosto do alan,ele entro na minha vida e mesmo longe ainda vive em mim...Queria tanto ver ele novamente,queria que tanta coisa fosse esclarecida,pra tomar decisoes.

Tudo guardado em mim.

O peso.tudo por nada?tanto pra nada?porque?pra que?caindo.

o nada.opniao.amor.confusao.existir, pra que?






PS: eu te amo.





Page Graphics

quinta-feira, 9 de julho de 2009

totó! vem aqui? :x vem totó?

To pé da vida.Minha mae quer arrumar um cachorro.
Só tem um detalhezinho,ela qué um poodle!!Assim nao dá.Ja me basta o freddy (o outro cachorro que tive que era poodle por sinal) e ela qué outro?Nao senhora,de jeito maneira,sem contar que vai sobrar pra minha pessoa cuidar do cachorro, AMO animais :] mas poodle de novo NAO MESMO, POODLE só o freddy e pronto.
Sei que vou perder essa guerra e que ainda nessa semana tenha um
novo morador na minha casa e que eu vo gostar,cuidar,abraçar,dar carinho ("felicia looney tunes") mas podle nao por favor!!
ja ate escolhi o nome do bendito cachorro :] éee que falei que só tinha cachorro se eu escolhesse o nome,e escolhi JOHNNY ou TORETTO.

até...


Page Graphics

quarta-feira, 8 de julho de 2009

terça-feira, 7 de julho de 2009

a borboleta.a janela.o vidro transparente.bateu.caiu.


As vezes nao da pra reagir em certos momentos.Queria ser forte o bastante pra nao remoer os acontecimentos na minha cabeça,de fato, to confusa.Que fazer quando uma coisa deve ser guardada somente pra si?Que fazer quando nao da pra confidenciar pro amigo o que te acontece?Que fazer quando só se tem perguntas sem respostas?Que fazer quando o alguem te faz algo que voce nao deve contar que nao lhe caiu bem?

Novamente coadjuvante na historia...

É tao ruim me questionar.E pra que?Ja que tenho que guardar pra mim..

.°]



Page Graphics

segunda-feira, 6 de julho de 2009

certas borboletas talvez nao possam voar...


Esses dias eu resolvi escrever uma coisinha sobre borboletas no perfil do orkut.Sempre tive certa ligaçao com elas na infancia nao sei porque poucas vezes peguei uma na mao,eu amo borboletas mas tenho medo...Sao frageis,asas quase que quebraveis ao simples toque por mais leve que seja,sem contar aquelas grandes chamadas maripousas.

Elas me dao sorte(serio me dao sorte).E sao bonitinhas tbm!

Bom a historia é que hj indo pra aula eu andando meio distraida olhando pro chao eu vi uma lagarta daquela bem grande e gorda de listras pretas e verdes,com olhos vermelhos se é que aquilo era olho - era muito grande - e ela parecia machucada ou tava com dificuldade pra subir a calçada,e o fato é que to com isso na cabeça até agora, penso: "será um sinal ?","o que isso quiz dizer?", "porque me importei com isso?Afinal era só um bichinho!".

Realmente nao sei,nao sei mesmo.

Mas por um momento aquilo teve sentido pra mim,algo me diz que nao foi acaso.

Seja la qual foi o motivo da minha preocupação e dessa aflição toda eu queria saber.




alguem me diz por favoooooooooooooooooooooor?


até...
PS: eu te amo.




Page Graphics

domingo, 5 de julho de 2009

capitulo 2 :Alan - o caos


Nada é mais torturante do que amar calada.

Nunca soube dizer,certas coisas por medo,nunca soube, ainda nao sei...E pago meu preço por ser assim.

Durante muitos dias eu era praticamente obrigada a ver o que eu queria e nao podia ter,somente ver.Foi horrivel.Eu sempre dou bandeira e todo mundo logo ficou sabendo do que sinto, depois nem fiz mais questao de esconder.Tantas coisas me disseram do Alan,tantas coisas aconteceram,coisas que nao entendo até hoje como no dia em que ele fez algo inesperado.

Duas vezes por semana nossas turmas se cruzavam no corredor nas trocas de sala, minha sala entrava na sala de onde ele saia e virce-verça.

Numa dessas trocas aconteceu...Eu era uma das ultimas,saindo da sala de cabeça baixa olho pra frente e la vem ele [tive leve sensaçao de desmaio,queria que o mundo acabasse ali,exatamente naquele momento,tudo escureceu],o garoto perfeito se mostrou diferente,colocou um de seus braços do outro lado da porta inpedindo minha passagem.Eu congelei.

Nao conseguia reagir áquilo,tudo escureceu derepente,e tudo me pareceu mudo por que eu ja nao escutava nada.Meu rosto esquentava, o resto tremia...Nao tinha escudos.Sei la o que me deu e a luz veio,consegui abrir a boca pra falar simplesmente(depois de longos segundos):"quero passar".Disse duas vezes pra ter meu pedido realizado.

Meus olhos se arregalaram,minha cabeça se confundia mais ainda.Eu me perguntava e perguntava pra minha amiga.Porque alguem faria isso com quem nao pareçe se importar?Porque uma brincadeira torturante?Pra que me machucar?Ja que sabia do que sentia - eu sei que sabia,sei que sentia - Tudo me deixou sem faces pra expressar.Tantas questoes sem respostas.Tanto pra nada?Tudo por nada?Apenas com a intençao de me MAGOAR?

Logo o princípe voltou a ser sapo?Nao sei.

Nao entendo nada.


:}


até...






Page Graphics

sábado, 4 de julho de 2009

capitulo 1: Alan - tudo tem um começo,2005


Desde que me conheço por gente eu sempre estou mudando de casa.Sempre.Da a impresao de que sou testemunha de um crime que por isso estou sempre em lugares diferentes.Mas um dia tantas mudanças me levou pra certo lugar do qual nunca vou me esquecer.
Aqui onde moro,tem um bairro chamado Parque Industrial, eu nao moro mais la,porem foi marcante demais pra esquecer.
A noticia veio como bomba pra mim eu nao esperava de jeito nenhum mais uma mudança outra vez,eu tava fazendo amigos,e estava feliz por isso,estava na 8º serie e queria muito ficar na mesma escola pra me formar com minhas amigas.Pra mim ja é tao dificil toda essa historia de fazer amizades e recomeçar é muito cansativo.
Tive de perder meu cachorro ja que onde fui morar nao tinha espaço pra ele,na nova casa eu nao queria colocar a cara na rua,até o dia em que tive de ir pra escola.Me lembro perfeitamente desse dia...
Nao estava pronta, mas tinha que ir,capaz que minha ia permitir que eu nao fosse pra escola só pq nao era a mesma de antes.
Indo pra escola eu vi o que mudaria pra sempre minha vida sem graça.
La estava.De pé, conversando com os amigos.e eu na moto do meu 'antigo' padrasto, foi tao rapido,sem foco,mas o suficiente pra gravar tal rosto na minha cabeça.Nem sei o porque.
Na escola eu estava completamente perdida nao sabia onde ia ja que as turmas que trocavam de sala e nao os professores como na outra escola e nao estava acostumada com isso fazia tempo.Até q no intervalo...Eu vi.
E la estava a face da qual vi meio embasada atraves do capacete.Foi de relance,muito rapido, algo parecia que me dizia: " esse momento vai se repetir, aguarde".E se repetiu mas nao como eu imaginei.Nao foi como eu imaginei...Nao foi, talvez nunca sera.

dear diary depois continuo te contando fui.

TE AMO ALAN.



Page Graphics

quinta-feira, 2 de julho de 2009

amigos como os meus... nao tenha é furada na certa!


dear diary...

Hoje fui na casa da aline :D coloquei a fofoca em dia(fiquei sabendo de certas historias que me foram contadas pela metade sabe),vi o mih meu afilhado - mih é o cat da aline eu sou a madrinha dele - que me fez o favor de comer o cadarço do meu tenis, sem contar que ele ja comeu meu cabelo faz um tempinho nao sei que gosto tinha mas que ele engoliu com gosto aah ele engoliu sim :] mas ja desculpei ele.
Mas alegrias a parte tenho que desabafar ...POXA SAO PEDRO TINHA QUE CHOVER HJ? (desculpe pelo sao PEDRO aline),nao é por nada nao mas ultimamente das vezes que vou visitar a aline simplesmente chove, o tempo vira, e eu fico com frio por sair de casa despreparada sem contar o detalhe dos 2 buz que tenho de encarar pra voltar pra casa.
Aconteceu um milagre na casa da linee, eu nao cozinhei pra ela!Bom é que sempre que vou la acabo cozinhando =] coisa que gosto e se é pra pessoas que gosto ai juntou o util ao agradavel.
Agora depois da chuva,do banho quentinho(e demorado),e devidamente agasalhada eu te conto meu dia =],nao parece mas foi [muito muito] bom.


GEH + LINEE = alguma coisa nao vai da certo! =]


pena morarmos longe uma da outra...


♥ps:acho que vou ganhar um relicario no meu aniversario (fora o vidrinho de t-virus)!



Page Graphics

quarta-feira, 1 de julho de 2009

chá, sessao da tarde com filme infantil romantico,livro e ansiedade...

Caro diario...
Hoje assim q cheguei da aula me joguei no sofá...Ta eu sei que se minha mãe fica sabendo me mata mas eu tava cansada!Entao fui fazer chá.
Xicara na mao,ligo a tv e ta passando um filme infantil romantico que por sinal ja vi 1.000.000 de vezes mas tudo bem, é bonitinho :D, acabei decidindo ir ler um pouco aquele livro da SVEVA CASATI "desesperadamente giulia" mas desisti pq ainda to com os probleminhas na menina dos meus olhos :] acho melhor parar por enquanto pelo menos ate resolver, e logo agora que tava ficando boa a historia me vem esse surto de cegueira.
Ai la vem a ansiedade...Vou correr dela denovo é o jeito (se nao tenho as armas nao aceito o duelo - nao sou doida...nao tanto assim).
Dai resolvi vir ate vc pra te contar tudo isso, escutando best friend da AMY WINEHOUSE minha mae disse que devo parar de escutar as musicas dela pq ela é viciada,eu perguntei pra ela se por acaso ela conheceu alguem brilhante na musica que nao fume - mesmo que cigarro - cheire,essas coisas..nao ouve resposta clara ♥ só pra citar-cazuza,cassia elller,os atros do rock (pra resumir), a propria emy.
AHHH lembrei
- :D Amanha eu vou na casa da line!
- acho que vou fazer um tour pelos lugares que me lembram o alan no tempo que eu morava la e ele tambem.
-vou conversar bastante.
- simplesmente APROVEITAR :D

ultimamente to com essa nostalgia...




Page Graphics
Related Posts with Thumbnails